Pedidos de falências crescem no pior setembro em 4 anos

Foi pior resultado do ano em nº de empresas que pediram falência.
No mês, foram 181 pedidos, alta de 21,5% em relação a agosto.

Os pedidos de falência cresceram em setembro em todo o país, segundo o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações. No mês, foram realizados 181 pedidos, alta de 21,5% em relação aos 149 registrados em agosto. Foi o pior resultado do ano em termos de quantidade de empresas que sofreram pedidos de falências. Na comparação com setembro de 2013, o número de pedidos de falência subiu 16%, com 156 pedidos. Foi o pior mês de setembro em quatro anos: 108 (2011), 135 (2012) e 156 (2013).

Dos 181 requerimentos de falência efetuados em setembro de 2014, 91 foram de micro e pequenas empresas, 39 de médias e 51 de grandes.

Economistas da Serasa Experian creditam o índice à recessão interna, aos juros altos, à queda dos níveis de confiança empresariais e, mais recentemente, à alta do dólar.

As recuperações judiciais requeridas apresentaram aumento de 38,5% em setembro de 2014, quando comparadas com o mês anterior. Foram 90 solicitações realizadas, contra 65 em agosto. As micro e pequenas empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial com 49 pedidos, seguidos pelas médias (25), e pelas grandes empresas (16).

Fonte:http://g1.globo.com/


Viegas Auditores e Consultores - www.viegasauditores.com.br | Todos os Direitos Reservados © 2017