Dólar interrompe sequência de baixa após corte nos estímulos dos EUA

Depois de três sessões operando no negativo e cair até o patamar de R$ 2,32, o dólar registrou valorização de 0,29% no mercado à vista, encerrando a R$ 2,3490. A reversão de rumo transcorreu após sair a decisão do Federal Reserve (o banco central dos Estados Unidos), que cortou em mais US$ 10 bilhões o volume mensal de compra de títulos do Tesouro norte-americano.

Foi a terceira redução seguida no valor do programa de estímulos dos EUA, que passou da quantia de US$ 85 bilhões no começo do ano para US$ 55 bilhões. A medida da instituição também pressionou o dólar em outras partes do mundo. O euro caiu mais de 1%, encerrando no nível de US$ 1,38 no mercado internacional.

Com novas altas das ações da Petrobras, a Bolsa de São Paulo (Bovespa) emplacou a terceira valorização (0,9%) seguida, terminando com 46.567 pontos. Nos EUA, porém, Wall Street amargou queda de 0,7% após operar na estabilidade durante quase toda a sessão. O fluxo de venda foi desencadeado a partir da decisão do Fed em reduzir os estímulos financeiros.

Fonte: Zero Hora


Viegas Auditores e Consultores - www.viegasauditores.com.br | Todos os Direitos Reservados © 2017